quarta-feira, 18 de maio de 2016

Katy Perry

Katheryn Elizabeth Hudson (Santa Bárbara25 de outubro de 1984), conhecida pelo nome artístico Katy Perry,[5] é uma cantora e compositoranorte-americana de música pop e dance.

Katy Perry
Perry no ARIA Music Awards de 2014.
Informação geral
Nome completoKatheryn Elizabeth Hudson
Nascimento25 de outubro de 1984 (31 anos)
Local de nascimentoSanta BárbaraCalifórnia
 Estados Unidos
Gênero(s)Pop
pop rock
dance
Ocupação(ões)CantoracompositoraAtriz eDubladora
CônjugeRussel Brand (2010-2011)
Instrumento(s)Vocalviolãoguitarra e piano
Extensão vocalContralto[1]
Período em atividade1999–presente
Gravadora(s)Red Hill
Island Def Jam
Columbia
Capitol[2] [3] [4]
Afiliação(ões)The MatrixP.O.D.Ke$ha,3OH!3TimbalandSnoop Dogg,Kanye West,Juicy J
Influência(s)Cyndi LauperFreddie Mercury,MadonnaAlanis Morissette,ABBAAce Of Base
Influenciado(s)Selena GomezMeghan Trainor,Juanita LewisEvelyn Regly,Celine Audrey
Página oficialkatyperry.com
KATY'S signature.svg
Autógrafo oficial da cantora
Filha de um casal de pastores evangélicos, começou sua carreira cantando em igrejas e chegou a lançar um álbum de estúdio de música gospel em 2001, intitulado Katy Hudson (mesmo nome artístico usado por ela na época), mas que teve suas vendas canceladas devido ao fechamento da Red Hill Records, gravadora responsável pela produção do álbum.[6] Após mudar seu nome artístico para Katy Perry e seu estilo musical para o pop-rock, ela conheceu o produtor Glen Ballard e assinou com a Island Def Jam Records em 2004, gravando um álbum chamado (A) Katy Perry (também conhecido como Diamonds), mas que foi cancelado antes de seu lançamento.[7] Em 2005, ela assinou contrato com aColumbia Records e gravou com o grupo The Matrix um álbum com o mesmo nome; alguns dias antes de seu lançamento, o álbum também foi cancelado.[8]
A cantora assinou com a Capitol Records em 2007 e, no ano seguinte, finalmente lançou seu primeiro álbum de estúdio de música pop e pop rockOne of the Boys. O primeiro single do álbum, "I Kissed a Girl", ficou na primeira posição das paradas musicais da AustráliaCanadáEstados UnidosNova Zelândia e Reino Unido, tornando-o o primeiro hit de sua carreira, apesar de tornar-se mundialmente polêmica.[9] O segundo singledo disco, "Hot n Cold", também obteve um bom desempenho nas paradas musicais de diversos países, ficando no pódio das paradas americana e irlandesa.[10] Com mais de 6 000 000 de cópias vendidas mundialmente,One of the Boys foi classificado como Disco de Platina nos Estados Unidos pela Associação da Indústria de Gravação da América, com mais de 1 500 000 cópias vendidas.[11] Ainda desse mesmo álbum, Perry lançou sua terceira canção de trabalho, intitulada "Thinking of You", e também o quarto e último single, chamado "Waking Up in Vegas".
Em 2010, seu segundo disco, intitulado Teenage Dream, foi lançado. O CDgerou seis singles até o momento — "California Gurls", a faixa-título, "Firework", "E.T.", "Last Friday Night (T.G.I.F.)" e "The One That Got Away". As cinco primeiras alcançaram o topo da parada Hot 100 daBillboard, tornando Teenage Dream o segundo álbum da história a conseguir tal feito e convertendo Perry na única mulher em 53 anos daparada musical a alcançar tal marca - e a segunda artista após Michael Jackson, o primeiro e até então único cantor a emplacar cinco canções de seu álbum Bad no primeiro lugar, em 1987.[12] Além disso, quando "E.T." permaneceu no primeiro lugar do gráfico em 12 de abril de 2011, Perry se tornou a primeira artista da História a passar um ano inteiro - 52 semanas consecutivas - no top 10 da principal parada da Billboard.[13]
Perry já vendeu aproximadamente 134,6 milhões de singles e 16,1 milhões de álbuns mundialmente e atualmente é a terceira artista que mais vendeu canções digitais nos Estados Unidos com mais 79,6 milhões de canções vendidas.[14] [15] [16] Ela já foi diversas vezes indicada em prêmios da indústria da música, como o Grammy AwardMTV Video Music Awards,MTV Europe Music AwardsPeople's Choice AwardsTeen Choice AwardsKids Choice Awards.[17] [18] [19] [20] [21] Considerada uma sex symbol, a cantora foi eleita a "Mulher Mais Sexy do Mundo de 2010" pelos leitores da revista Maxim.[22]
Está confirmado que seu nome ocupará a nova estrela da Calçada da Fama em 2016. [23]

Biografia e carreira

1984–2000: Infância, adolescência e educação

Vista de Santa Bárbara, cidade natal da cantora.
Katheryn Elizabeth Hudson nasceu em 25 de outubro de 1984 em Santa Bárbara,CalifórniaEstados Unidos, oriunda de uma família de classe baixa.[24] Ela é filha de dois pastores evangélicos, Keith e Mary Hudson, e possui dois irmãos, uma mais velha chamada Angela Hudson e um mais jovem chamado David Hudson.[5] [24] [25] [26]Katheryn possui ascendência portuguesa por parte de sua mãe, que é irmã do cineasta Frank Perry e da roteirista Eleanor Perry, ambos falecidos.[26] [27] Três de seus trisavós eram originários dos Açores, mais especificamente de Horta. Perry também tem ascendência alemã, irlandesa e inglesa.[28] [29]
Quando era criança, ela ouvia apenas música gospel e era proibida de ouvir outrosestilos musicais, chamados por seus pais de "músicas seculares".[5] [30] Ela participava de escolas dominicais e acampamentos religiosos, chegando a fazer aulas de dança em um salão em Santa Bárbara, onde aprendeu a dançar swingLindy Hop e jitterbug.[24] [31] Segundo a cantora, ela competia musicalmente com sua irmã mais velha porque queria "copiar sua irmã e tudo o que ela fazia" e devido a isso, praticava seu canto com fitas cassetes, que eram frequentemente roubadas por Katheryn para treinar.[32] Após treinar, ela cantou para seus pais e eles sugeriram para que ela aperfeiçoasse suas habilidades com aulas de canto; durante um certo período, cantava publicamente em restaurantes e reuniões familiares.[32] Ela foi batizada e, aos nove anos de idade, começou a cantar no coro musical de sua igreja até os dezessete anos.[33] Quando adolescente, ela estudou no Colégio Dos Pueblos e depois de completar o ensino médio e receber seu diploma, ela decidiu prosseguir sua carreira musical, estudando canto até os dezesseis anos de idade e até mesmo chegando a cursar ópera na Faculdade de Música do Oeste em Santa Bárbara, mas por pouco tempo.[32] [34] [35]

2001–2006: Katy Hudson e álbuns cancelados

Ver artigo principal: Katy Hudson
Aos quinze anos de idade, ela mudou-se para Nashville, Teeneessee e trabalhou com algumas pessoas ligadas à música country, para quem gravou alguns demos tapes com a proposta de ser ensinada a tocar guitarra e a compor, como troca de favores.[36] Em 2001, a cantora lançou o que até então seria o seu primeiro álbum de estúdio, e de música gospel, com seu antigo nome artístico, o autointitulado Katy Hudson, produzido pela Red Hill Records. Apesar de ter sido um sucesso com a crítica profissional, o álbum vendeu apenas 252 exemplares e sua produção de cópias e vendas foi cancelada devido ao fechamento da gravadora, e até hoje nunca voltou a ser comercializado. Portanto, não deve ser considerado o seu primeiro disco . [6]
Katy PerryEstava em Beverly Hills, tão empolgada com uma super festa que eu nem percebi que minha calça tava rasgada e minha bota furada (mas, eu tava na moda) Háháhá!. Mas nada aconteceu. Pensei: 'Uau, não tenho dinheiro e estou morando em Cahuenga, sob oletreiro de Hollywood'. Ter um álbum inteiro gravado e ele nunca ser lançado. Mas realmente acredito que faz parte do meu destino. Ou do plano. Ou do que quer que seja.[37]Katy Perry
 — Katy Perry, em entrevista à Rolling Stone.
Após mudar seu nome artístico de "Katy Hudson" para "Katy Perry", a cantora mudou-se para Los Angeles, Califórnia e conheceu um produtor musical chamado Glen Ballard, que cuidou da carreira de Perry por três anos.[38] Em 2004, a cantora assinou contrato com a Island Def Jam Records e, junto com Ballard, trabalhou na produção de um álbum chamado (A) Katy Perry (também conhecido como Diamonds), teve faixas antecipadamente escolhidas para tornarem-se single, como "Simple", mas seu lançamento foi cancelado durante os estágios finais de produção.[7] "Quando o pai de Katy a trouxe ao meu estúdio, pensei que ela só me daria umas músicas para ouvir. Ela entrou com o violão e se sentou para tocar uma música. Ela era destemida" revelou Ballard.[37]
Em 2005, a cantora assinou com a Columbia Records e conheceu o grupo The Matrix — que já havia trabalhado com Avril LavigneLiz Phair e Britney Spears, anteriormente —, e participou do álbum também chamado The Matrix.[8] No mesmo ano, ela foi entrevistada pela Blender Magazine e disse que seu álbum seria mais "rock" em relação à (A) Katy Perry, chamando-o de "A próxima coisa grande".[7] Apesar de ter sido nesta época que começou a chamar atenção dos produtores e executivos da indústria fonográfica, assim como o álbum anterior, The Matrix foi cancelado pouco antes do lançamento.[8] [39] [40]
Em 2006, Glen Ballard produziu a canção "Goodbye for Now" do P.O.D. e convidou Perry para fazer o backing vocaldesta.[41] Ela também participou do videoclipe da canção "Cupid's Chokehold" da banda Gym Class Heroes, onde conheceu e começou um relacionamento com o vocalista, Travis McCoy. Entre 2006 e 2007, Perry trabalhou como crítica musical no departamento de Artistas e Repertório da gravadora independente TAXI Music, onde era responsável por avaliar as músicas enviadas para a gravadora. Nessa época, ela conheceu o ex-presidente da gravadora Capitol Records, Jason Flom, que a ajudou a assinar um contrato com esta.[3]

2007–2009: Estreia oficial na música, One of the Boys e MTV Unplugged

Ver artigos principais: One of the Boys e MTV Unplugged
Após assinar com a gravadora Capitol Records, Katy Perry escreveu e co-escreveu novas canções para um novo álbum de estúdio, sendo que entre 2004 e 2008, ela já havia escrito "entre sessenta e cinco e setenta canções."[42] Com as gravações do álbum concluídas, a Capitol Records optou por lançar um extended play digital para introduzir a cantora na mídia, a canção chamada "Ur So Gay", que ganhou notoriedade após a cantora Madonna elogiar a canção durante uma entrevista com a rádio norte-americana Kiss-FM, dizendo que era a sua música favorita na época.[3] [43]
Katy cantando "Hot n Cold" no "YouTube Live 2008".[44]
Com o primeiro single oficial, "I Kissed a Girl", sendo classificado na primeira posição das paradas musicais da Austrália, Áustria, Bélgica, Bulgária, Canadá, Dinamarca, Holanda, Irlanda, Itália, Estados Unidos, Nova Zelândia, Reino Unido e Suécia e com o lançamento do segundo disco gravado e o seu primeiro álbum oficial, One of the Boys, Katy Perry embarcou no festival de música Warped Tour 2008, percorrendo por diversos estados norte-americanos.[9] [45] Em setembro, foi lançado o segundo single do álbum, "Hot n Cold", que ficou no pódium das paradas da Alemanha, Áustria, Canadá, Estados Unidos, Finlândia, Irlanda e Portugal, considerado o segundo e um dos maiores hits de sua carreira.[10] Perry foi a apresentadora da cerimônia de premiação MTV Europe Music Awards de 2008 e concorreu nas categorias "Artista/Banda Revelação" e "Canção Favorita do Ano" com "I Kissed a Girl".[46] Em dezembro de 2008, a cantora terminou seu namoro de quase dois anos com o rapper e vocalista do Gym Class HeroesTravis McCoy, devido a falta de tempo da cantora para conciliar sua vida profissional e pessoal.[47] Em uma entrevista no final de 2008, Katy Perry descreveu-se como "uma versão mais gorda de Amy Winehouse e mais magra de Lily Allen"; Allen, também artista da Capitol Records, reagiu contra Perry chamando-a de "cópia norte-americana", além de ameaçar divulgar o número de seu celular oficial no Facebook.[48] [49] Perry desculpou-se com a cantora, mas ignorou as ofensas ditas por Allen.[50]
Além de lançar "Thinking of You" como terceiro single, Perry iniciou sua primeira turnê mundial, Hello Katy Tour, em janeiro de 2009.[51] [52] Ainda em janeiro, ela participou do 51st Grammy Awards, onde foi indicada pela primeira vez, porém sem êxito.[53] A cantora e vencedora da primeira temporada do American IdolKelly Clarkson, regravou as canções do álbum(A) Katy Perry, "Hook Up" e "Long Shot", para seu quarto álbum de estúdio, All I Ever Wanted, lançado em 2009.[54] A gravadora afiliada à Capitol Records, Let's Hear It Records, lançou o álbum The Matrix em 2009, mas sem a participação vocal de Katy Perry.[8] Seu quarto e último single de One of the Boys, "Waking Up in Vegas" foi lançado em abril e também teve um bom desempenho comercial.[55] Em maio, ela reatou o namoro com Travis McCoy, mas eles terminaram novamente em setembro de 2009.[56] Ela participou do MTV Video Music Awards de 2009, indicada na categoria "Melhor Videoclipe Feminino" com "Hot N Cold" e cantando "We Will Rock You" do Queen acompanhada de Joe Perry.[57] Durante a premiação, ela conheceu e começou a namorar com apresentador do evento, Russell Brand.[37] [58]
A cantora participou da canção remixada da dupla de música eletrônica3OH!3, chamada "Starstrukk" e que foi lançada oficialmente no programa de rádio On Air with Ryan Seacrest em setembro de 2009.[59] Em 5 de novembro, Katy Perry quebrou um recorde de quinze anos ao apresentar o MTV Europe Music Awards de 2009 por dois anos consecutivos, onde também foi indicada na categoria "Melhor Videoclipe" com "Waking Up in Vegas" e "Melhor Artista Feminina".[60]
Em novembro de 2009, a parceria entre a MTV e a Capitol Records resultou no lançamento do álbum acústico MTV Unplugged: Katy Perry, com versões acústicas de algumas faixas de One of the Boys, cover do Fountains of Wayne e uma canção inédita chamada "Brick by Brick".[61] [62] Ela participou da canção intitulada "If We Ever Meet Again", do rapperTimbaland e que foi lançada como quarto single promocional do álbum Timbaland Presents Shock Value II em dezembro de 2009.[63]

2010–2012: Teenage Dream e casamento

Ver artigo principal: Teenage Dream
Katy Perry durante show da turnê The California Dreams Tour em Hamburgo, Alemanha.
Em janeiro de 2010, Katy Perry aceitou o pedido de casamento feito porRussell Brand enquanto ambos estavam viajando em Jaipur, Rajastão, Índia.[64] Ela retornou aos estúdios para a gravação de seu segundo álbum de estúdio de música pop, e anunciou que estava trabalhando com Dr. LukeMax Martin e Greg Wells novamente, além de anunciar Tricky Stewart como produtor, também.[65] [66] Ela participou como jurada da nona temporada do programa americano de talentos musicais American Idol, em janeiro de 2010.[67] Em março, foi divulgado que Perry estava cotada para dublar a personagem Smurfette na adaptação cinematográfica em live-action/3D de 2011 de Os Smurfs, dirigida por Raja Gosnell e gravada e distribuida pela Sony Pictures Animation e Columbia Pictures, respectivamente.[68] [69] [70]
"California Gurls", que tem a participação do rapper Snoop Dogg, foi lançado em maio de 2010 como primeiro single do terceiro álbum de estúdio e conseguiu atingir a primeira posição das paradas americanas, australianas, canadenses, irlandesas e neozelandesas, aparecendo no pódium das paradas alemãs, austríacas, finlandesas e portuguesas, tornando-se o terceiro hit da carreira da cantora, com aproximadamente 4,400,000 cópias vendidas digitalmente.[71] [72]Katy Perry apresentou o Teen Choice Awards de 2010, vencendo nas categorias "Música do Verão" e "Melhor Single" com "California Gurls".[73] O seu segundo álbum, intitulado Teenage Dream foi lançado em agosto de 2010 e emplacou na primeira posição das paradas de álbuns como a Billboard 200 e as paradas australianas, canadenses, inglesas e irlandesas.[74] A faixa-título do álbum, "Teenage Dream", foi lançado em julho, antes do lançamento do álbum, como segundo single e atingiu a primeira posição dos Estados Unidos, Irlanda e Nova Zelândia, também tornando-se um sucesso de sua carreira.[75] Em setembro, ela gravou uma participação especial no programa infantil, Sesame Street, mas ela não foi ao ar devido ao decote usado pela cantora no episódio, que foi reprovado por alguns pais mais conservadores.[76] Em resposta, Perry apareceu no programa americano da NBC, Saturday Night Live, vestida com uma camiseta com um grande decote e com o rosto do personagem da Sesame StreetElmo, como forma de deboche à crítica.[77]
Em outubro, o terceiro single de Teenage Dream, "Firework", foi lançado nos Estados Unidos, conseguindo atingir a primeira posição das paradas americanas, canadenses e neozelandesas, sendo o quinto single de sucesso da carreira da cantora.[78] "Firework" fez com que a cantora quebrasse um recorde por conseguir fazer três singles consecutivos de um mesmo álbum atingirem a primeira posição da parada americana, Billboard Hot 100, feito realizado pela última vez em 1999 pela cantora de R&BMonica.[79] O videoclipe foi patrocionado pela companhia telefônica européia Deutsche Telekom, que selecionou mais de 200 fãs da cantora para participar da produção.[80] Em outubro, a cantora participou e apresentou-se no Victoria's Secret Fashion Show 2010, onde cantou "Firework" usando um vestido desenhado pelo estilista Todd Thomas.[81] Durante o outono do Hemisfério Norte, ela lançou sua primeira fragrância, chamada Purr, produto com embalagem em formato de gato.[82] [83]
Após a polêmica envolvendo-a na série Sesame Street, Perry participou do episódio "A Luta Antes do Natal" da vigésima segunda temporada de The Simpsons, onde representou a si mesma como namorada do personagem Moe Szyslak.[84] [85]Em dezembro, Katy Perry participou do VH1 Divas Salute the Troops, onde promoveu Teenage Dream e homenageou as tropas militares dos Estados Unidos junto à Keri HilsonNicki Minaj e Hayley Williams.[86] Em janeiro de 2011, a cantora participou do People's Choice Awards 2011, onde venceu nas categorias "Melhor Artista Feminina" e "Maior Sensação Online".[87] [88] Ela participou da série americana da CBSHow I Met Your Mother, onde interpretou a prima da personagemZoey, chamada Honey.[89] [90] Anunciada em outubro de 2010, a cantora embarcou em sua segunda turnê mundial, The California Dreams Tour, iniciada no continente europeu em fevereiro de 2011.[91] Em fevereiro de 2011, ela lançou o quarto single de seu terceiro álbum, "E.T.", com a participação do rapper Kanye West na versão remixada, que foi além do recorde anterior e tornou-se o quarto single consecutivo do álbum a ficar na primeira posição da Billboard Hot 100 — feito realizado pela última vez em 2004 pelo cantor Usher, sendo também que a última artista feminina a emplacar quatro músicas na parada foi Mariah Carey em 1991.[92] [93]
Em 6 de junho de 2011, a cantora lançou o quinto single de seu disco, a canção "Last Friday Night (T.G.I.F.)". Em 18 de agosto, a faixa alcançou o primeiro lugar da principal parada da Billboard, assim como todos os seus antecessores, tornando Katy Perry a primeira mulher em 53 anos de história da parada Hot 100 a ter cinco músicas do mesmo disco no topo deste gráfico.[12] O único artista além dela a conseguir tal feito foi Michael Jackson em 1987 com seu álbum Bad, que estabeleceu o recorde com os sucessos "I Just Can't Stop Loving You", "Bad", "The Way You Make Me Feel", "Man in the Mirror" e "Dirty Diana".[12] Em 23 de setembro, ela participou do dia de abertura do Rock in Rio 2011, festival que se estendeu ao dia 2 de outubro.[94] Durante o show, produziu uma das cenas mais marcantes do evento, quando chamou aopalco Júlio César de Salvo,[95] que era um  ânonimo até então.[96] O rapaz, que ficou conhecido como "Júlio de Sorocaba",[97] acabou se tornando uma celebridade instantânea quando foi "assediado" com um beijo da cantora, recebendo a oportunidade de retribuir também com um outro.[98] O fato virou notícia na maioria dos telejornais brasileiros, inclusive no Fantástico[99] e Jornal Nacional.[100] , inclusive se tornando um trend topic, não apenas no Twitter, mas naInternet em geral.[101] [102]
Em 28 de setembro, a faixa "The One That Got Away" foi lançada como o sexto e último single oficial do álbum Teenage Dream.[103] Se a canção atingisse o topo da principal parada da Billboard, Perry seria a primeira artista da História a alcançar tal marca, [103] fato este que não veio a ocorrer pois a faixa não obteve desempenho suficiente, sendo o terceiro lugar a sua maior posição na parada mesmo após as versões remix e acústico da faixa serem lançadas.[104]

Influências e estilo musical

Perry, em 2012.
A extensão vocal de Katy Perry é o contralto, quando há facilidade para atingir notas mais agudas em relação à notas mais finas.[1] Com o lançamento de seu segundo álbum, One of the Boys, o estilo musical de Katy Perry foi intensamente comparado àAvril Lavigne e Lily Allen, devido as canções provocadoras e desbocadas.[105] Mas de acordo com a matéria publicada no site Abril.com, "a voz de Perry é superior" e "a cantora tem senso de humor que faltava em Lavigne", enquanto que Allen possui uma voz mais suave em relação as duas.[105] [106] Perry citou como principal influência o vocalista da banda QueenFreddie Mercury, pois a "combinação da maneira sarcástica com que ele compunha e o ar de 'dane-se' foram primordiais" para carreira da cantora.[107] Enquanto o álbum Teenage Dream estava sendo gravado e produzido, ela falou que inspirou-se e gostaria de ser uma nova Alanis Morissette da música internacional.[108] Musicalmente, Perry citou as cantoras Cyndi LauperMadonna e as bandas ABBAAce of Base e The Cardigans como inspirações para o estilo musical deTeenage Dream, que possui fortes influências da música pop da década de 1990 para "fazer as pessoas pularem para cima e para baixo".[109] [110] [111]
Desde o lançamento do álbum Katy Hudson, a cantora era analisada por suas canções com letras fortes, sendo que Russ Breimeier da Christianity Today disse "Suas habilidades de compor são fortes, é difícil acreditar que ela tem apenas 16 anos e tinha apenas 15 quando escreveu a maior parte destas músicas. […] Poderia ter sido apenas outra compositora adolescente imitando tendências musicais com letras cristãs. Em vez disso, eu ouço um notável jovem talento emergente, uma compositora talentosa, que certamente vai longe neste negócio."[2] Entre 2007 e 2009, Perry foi criticada pelos profissionais devido à seus temas polêmicos abordados em One of the Boys. A canção "Ur So Gay", onde a cantora compara o estilo emo exagerado de seu ex-namorado ao homossexualismo, foi má-recebida devido à alegações deHomofobia devido ao refrão que diz "Você é tão gay e você nem mesmo gosta de garotos".[4] Diferentemente desta, "I Kissed a Girl", que fala sobre o beijo entre duas garotas, foi criticada pelos cristãos e moralistas por "promover o homossexualismo".[112] Em Teenage Dream houve um amadurecimento musical da cantora, que disse à Associated Press: "Das poucas letras que escrevi até agora, são todas muito honestas, talvez mais honestas do que as últimas. Mas elas estão um pouco mais maduras. Agora sei como lidar com os garotos. Na verdade, eu não me envolvo mais com garotos agora, e sim com homens. É bem diferente quando você faz um disco com 19 anos e quando você faz outro com 25."[113]As canções do terceiro álbum, "Firework", "Hummingbird Heartbeat" e "Not Like the Movies" foram inspiradas pelo então marido, Russell Brand.[114]

Imagem pública

Apresentação da cantora no Warped Tour2008.
Inicialmente, entre 2007 e 2009, Katy Perry era conhecida por seu estilo pin-up, que baseia-se na moda da década de 1940 e 1950 que abrangem peças de roupas coloridas e estampadas.[115] [116] Em entrevista, Perry revelou que inspirou-se no estilo da personagem homônima do filme de 1962 de Stanley KubrickLolita.[117] Em entrevista com a revista Fabulous, a cantora revelou que planeja lançar sua própria linha de roupas, segundo ela, inspiradas em pin-up e Lolita e no estilo de Agyness Deyn e Dita Von Teese.[118] A partir de 2010, a cantora passou a vestir roupas mais ousadas, como vestidos de látex e shorts brilhantes, que fizeram Perry ser eleita pela MTV como uma das cantoras mais bem vestidas do ano.[119]
Em uma lista da revista Maxim sobre "As Mulheres Mais Sexy do Mundo em 2010", a cantora foi classificada na primeira posição.[120] Ela comentou à Elle durante a edição de março de 2010: "Acredito que as pessoas já sabem que não sou apenas uma garotinha sexy, tenho mais a dizer. Estou tentando dar às pessoas trilha sonora para suas vidas - músicas que expressam um barril de emoções."[121] Na edição de julho da revista Billboard nos Estados Unidos em que a cantora aparece na capa, Perry foi chamada de "Nova Rainha do Pop".[122] Em dezembro, ela foi convidada para participar do VH1 Divas Salute the Troops e comentou sobre o uso do termo 'diva' à seu respeito: "Tive que procurar a definição de 'diva' no dicionário. Tive que ir na essência da palavra. Obviamente, eu não sou Beyoncé. Ela é uma diva de verdade."
Durante o decorrer dos anos de carreira, a cantora revelou-se ser uma artista filantropa. Em maio de 2009, ela participou do Life Ball, evento de gala ocorrido em Viena, Áustria que teve como propósito arrecadar fundos monetários usados para ajudar o combate da AIDS.[123] Ela posou com uma camiseta da campanha Fashion Against AIDS, que arrecada os lucros das vendas destas contra a doença.[124] O videoclipe de "Firework" — que aborda temas como superação do preconceito, problemas físicos e psicológicos — foi dedicado ao projeto It Gets Better, campanha estadunidense que tenta combater o suicídio entre jovens homossexuais.[125] Após o terremoto e tsunami de 11 de março de 2011 que devastou principalmenteSendai, Japão, a cantora revelou que iria reverter parte da renda obtida com a venda de produtos de sua turnê mundial,The California Dreams Tour, afim de ajudar as vítimas do país.[126] A canção "Firework" apareceu no álbum beneficente para ajudar o país, Songs for Japan, junto com diversos outros artistas.[127]

Vida pessoal

Em 2007, Katy Perry iniciou um relacionamento com o vocalista da banda Gym Class HeroesTravis McCoy, mas que acabou no final de 2008 devido a dificuldade dos dois para conciliarem o trabalho com a vida pessoal.[47] Algum tempo depois, os dois voltaram a namorar, mas por um curto tempo.[128] Ela conheceu o ator e humorista,Russell Brand, durante o MTV Video Music Awards de 2009, após lançar uma garrafa de água acidentalmente na direção dele.[37] [58] Enquanto estavam em Jaipur, Rajastão, Índia, em janeiro de 2010, Brand propôs casamento à cantora, que aceitou.[129] Sua amiga e também cantora, Rihanna, realizou a despedida de solteiro de Perry em Las Vegas, Nevada, em setembro.[130] [131] Em outubro, Perry retornou para Jaipur na Índia, onde casou-se com Russell Brand; o casamento foi inspirado na cultura indiana, apesar de ser realizado por um pastor.[132] [133] "A cerimônia, privada e espiritual, contou com a presença da família e de amigos próximos do casal, e foi realizada por um pastor cristão. Serviram de cenário os campos majestosos e inspiradores", contou uma fonte próxima à cantora.[133] As fotos do casamento foram mantidas em segredo até a performance da cantora no 53º Grammy Awards.[134] O casal se separou 14 meses depois.[135]
Apesar de atuar nos estilos musicais pop e pop-rock, Perry possui origens cristãs devido à seus pais, Keith e Mary Hudson, ambos pastores evangélicos.[25] Devido à isso, a cantora pronunciou-se dizendo que "não é legal misturar religião e sexo na mesma garrafa".[136] Durante o primeiro semestre de 2010, ela ouviu Russell Brand zombando de alguns protestantes cristãos antigays, dizendo a eles: "Vocês não conhecem Jesus! Eu conheço: acabei de chupar o pau dele."[37] Ofendida, a cantora postou em seu Twitter: "Usar blasfêmia como entretenimento é tão de mau gosto quando um comediante contar uma piada de peido", que fez a mídia acreditar que ela estava criticando o videoclipe que Lady Gaga havia acabado de lançar na época, "Alejandro", criando uma grande polêmica.[37] Perry também tem o nome "Jesus" tatuado no pulso, revelando à Rolling Stone: "Deus ainda é uma parte grande da minha vida […] Ainda acredito que Jesus é o filho de Deus."[37] Sua mãe revelou que está escrevendo um livro sobre sua relação com sua filha.[137] Perry também é uma grande amiga de Miley Cyrus. Após uma suposta ofensa feita pela artista chamando o visual de Miley no MuchMusic Video Awards como "Britney Spears de novo", "É pior do que isso. Olha para essa roupa, é horrível", Perry respondeu e justificou a suposta ofensa através de seu Twitter, dizendo: "Eu nunca falei merda sobre a minha amiga Miley. Amo aquela vadia". ARolling Stone brasileira deu uma resenha positiva à confusão e a justificativa, dizendo: "Não só centenas de sites de fofoca noticiaram seu comentário no Twitter, como também ela conseguiu chamar publicamente Miley Cyrus, de 17 anos, de "vadia"."[37] Em 2013, o seu pai, Keith Hudson, chamou a cantora pop de "filha do diabo" num sermão em Santa Fe Springs, no Estado americano da Califórnia.[138]

Discografia

Álbuns de estúdio

Turnês musicais

Filmografia

AnoTítuloPapelNota(s)
Televisão
2008The Young and the RestlessEla mesmaEpisódio 8914
Wildfire"Life's Too Short" (Quarta temporada, episódio 8)
2010American IdolJurada convidadaNona temporada, episódio 5
The X FactorSétima temporada, episódio 2
Sesame StreetEla mesmaEspecial online (cena deletada)
The SimpsonsEpisódio 8, "A luta antes do Natal"
2011How I Met Your Mother"Honey""Oh Honey" (Sexta temporada, Episódio 15)
Cinema
2010O Pior Trabalho do MundoEla mesmaNão-creditada (Cena deletada)
2011The SmurfsSmurfetteVoz
2012Katy Perry: Part of MeEla mesmaPapel principal
2013The Smurfs 2SmurfetteVoz

Prêmios e indicações